Vélez Sarsfield chega com moral para enfrentar o Flamengo
Vélez Sarsfield chega com moral para enfrentar o Flamengo
Publicidade

LANCE: Em busca do tricampeonato, o Flamengo inicia a campanha na Libertadores-2021 nesta terça-feira, em Buenos Aires. E o adversário da estreia será logo um grande desafio para a equipe comandada por Rogério Ceni. Atual líder do Campeonato Argentino, o Vélez Sarsfield chega embalado para a partida e com grande aposta no talento de jovens jogadores.

Em entrevista coletiva após o empate do Flamengo com a Portuguesa no sábado, Rogério Ceni demonstrou já ter estudado o adversário e destrinchou as principais características do clube argentino. Segundo o treinador, o Vélez tem, inclusive, um estilo de jogo parecido com o do Rubro-Negro, sendo propositivo desde a saída de bola com os zagueiros.

Publicidade

– O Vélez é uma equipe interessante de se ver jogar, tem um jogo até parecido com o do Flamengo. Uma equipe que sai em linha de três independentemente de jogar com três zagueiros ou com o lateral se transformando em terceiro homem. Tem dois volantes que constroem como o Flamengo. Um deles já jogou aqui no Flamengo, o Mancuello, e é um time rápido na frente.

Comandado por Mauricio Pellegrino, o Vélez costuma atuar no 4-2-3-1 e vive bom momento no Campeonato Argentino. Em 10 partidas, a equipe venceu sete, empatou uma e perdeu outras duas. Assim, ocupa a liderança do Grupo B da competição, com seis pontos de vantagem para o vice-líder Boca Juniors.

Na coletiva de sábado, Rogério Ceni também comentou mais especificamente sobre o quarteto ofensivo do clube argentino, destacando a presença de um homem de área – que pode ser Cristian Tarragona ou Juan Martín Lucero – e os três atletas encarregados da criação na linha de trás.

– Joga com um homem de referência e mais três homens que jogam atrás. Canhoto do lado direito, um destro do lado esquerdo costumeiramente. Um camisa 10 bem arisco e que cria bastante jogo. Time técnico e de boa evolução. Não é um time tão alto, mas é um time que dentro do seus domínios deve causar muito incômodo. Não à toa ocupa a liderança do Campeonato Argentino.

O camisa 10 citado por Rogério Ceni é o jovem Thiago Almada, de 19 anos, e considerado uma das principais revelações do clube nos últimos anos. Pelos lados, costumam jogar Luca Orellano, de 21 anos, pela direita e Ricardo Centuríon (ex-São Paulo) pela esquerda. Outros jovens que vem se destacando no time são o lateral Ortega, de 22 anos, e o volante Mulet, de 21 anos.

Por outro lado, a defesa é um ponto que levanta dúvidas no Vélez. Em 10 partidas no Campeonato Argentino, a equipe sofreu 12 gols, no total. Um detalhe é que sete foram no mesmo jogo: a goleada sofrida por 7 a 1 para o Boca Juniors. Resta saber se o desempenho será o mesmo desse jogo em específico ou dos outros nove, em que a equipe sofreu apenas cinco gols.

Esta será a primeira participação do Vélez na Libertadores desde 2014. O grande tempo longe da competição e o bom momento atual tornam a expectativa do clube ainda maior. Em entrevista no fim de semana, o treinador Mauricio Pellegrino

– Depois de muito tempo, o Vélez terá a oportunidade de disputar este torneio importantíssimo, no qual fará o máximo. O grupo é complexo, no qual enfrentaremos o Flamengo, um dos melhores times do continente. Queremos recolocar o nome do Vélez em toda a América do Sul porque é um orgulho disputar esta competição.

Nesta segunda-feira, o Flamengo encerra a preparação para o duelo com uma atividade no CT do Boca Juniors. A partida contra Vélez Sarsfield será disputada na terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires.

Publicidade