Treinador do Flamengo, Jorge Jesus escondeu drama familiar no mesmo dia da final da Copa Libertadores
Treinador do Flamengo, Jorge Jesus escondeu drama familiar no mesmo dia da final da Copa Libertadores

O técnico Jorge Jesus superou um problema familiar para levar o Flamengo ao bicampeonato da Copa Libertadores, no último dia 23 de novembro, em Lima, no Peru.

Enquanto se concentrava com o clube para enfrentar o River Plate, no Estádio Monumental, Jorge Jesus rezava para a cunhada, Madalena Jesus, mulher do seu irmão mais velho, Carlos Jesus, passasse bem por uma cirurgia no coração.

Foi o próprio irmão do treinador rubro-negro que contou a situação. “Nesse dia, a minha mulher estava nos cuidados intensivos. Ele é muito próximo da família, sempre foi”, disse Carlos Jesus à revista portuguesa TV7 Dias.

Carlos e a esposa foram convidados pelo técnico para ir à Lima e acompanhar a final da Libertadores, assim como o restante da família. Por causa da cirurgia, eles não foram, mas o irmão garante que virá ao Brasil no fim do ano para conhecer o país.

Além do problema familiar, o futuro de Jorge Jesus — que tem contrato com o Flamengo apenas até maio de 2020 — só deverá ser conhecido após o Mundial de Clubes, no fim do mês.

Mas o português afirma que o resultado do torneio não influenciará sua decisão de permanecer ou não na Gávea.

“(Significaria) terminar a temporada com mais um título, tão importante como foi a Libertadores. Mas a minha decisão não vai ser tomada em função desse jogo. Até porque eu tenho contrato com o Flamengo até maio, apesar de haver alguma especulação em torno do meu futuro”, disse o treinador em entrevista ao Correio da Manhã.

Retirado de: O Dia