Rodrigo Muniz recusa proposta salarial para deixar o Flamengo
Rodrigo Muniz recusa proposta salarial para deixar o Flamengo
Publicidade

DIÁRIO DO FLA: Depois dos clubes envolvidos se alinharem sobre a negociação do Genk, da Bélgica, para a contratação de Rodrigo Muniz, do Flamengo, um novo entrave apareceu no negócio. Os representantes do atleta analisaram e recusaram o valor salarial oferecido ao jovem atacante. Assim, a diretoria belga terá que fazer uma nova oferta, para tentar convencer o jogador a se transferir. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (26/05), pelo jornalista Venê Casagrande, do “O Dia”.

De acordo com a matéria, os valores oferecidos pelo Genk, que não foram revelados, correspondem somente 25% do que o estafe de Rodrigo Muniz entende como o que o jogador merece receber. Ainda segundo o portal, o clube belga soube que, atualmente, o atacante recebe salário de jogador “patamar sub-20”, que gira em torno de R$ 20 mil, e, por isso, fez a oferta baixa. Então, há a expectativa de que o desejo dos representantes do atleta seja correspondido.

Publicidade

A matéria também atualizou que os três clubes envolvidos na negociação chegaram a um acordo. Isso porque, depois de 4 ofertas, o Genk fez uma de 4 milhões de euros (R$ 25,92 milhões na cotação atual) + 1 milhão de euros (R$ 6,48 milhões) em metas. Ou seja, o valor total poderia chegar a R$ 32,4 milhões. Entretanto, um dos entraves era que o Flamengo é dono de apenas 50% dos direitos econômicos do atleta, sendo o Desportivo Brasil dono do resto.

Então, a reportagem informou que, após muitas negociações, o Flamengo vai ficar com 70% do valor da venda (R$ 23,1 milhões) e o Desportivo Brasil 30% (R$ 9,9 milhões), caso se concretize. Além disso, em caso de uma venda futura do atleta maior que a atual negociação, o rubro-negro ainda vai ficar com 20% da diferença. Por exemplo, se o valor atual foi de 5 milhões de euros e o Genk futuramente vender o Rodrigo Muniz por 15 milhões de euros, o Mais Querido faturaria mais 2 milhões de euros (20% de 10 milhões).

Resta, agora, apenas o acordo entre o Genk e o jogador para a negociação ser concretizada. O atleta se interessou pelo projeto do clube belga, com a possibilidade de se destacar na Europa, mas quer o aumento do salário. Rodrigo Muniz, de 20 anos, tem 6 gols em 20 partidas pelo Flamengo, sendo 5 em 13 jogos na atual temporada.

Publicidade