Rodinei é regularizado e já pode reestrear pelo Flamengo
Rodinei é regularizado e já pode reestrear pelo Flamengo
Publicidade

Rodinei foi emprestado pelo Flamengo ao Internacional na temporada passada. O clube gaúcho não exerceu a opção de compra do jogador, que retorna ao Rubro-Negro após boa passagem pelo futebol do sul. No Colorado, o atleta disputou 52 jogos, sendo 46 como titular, marcou três gols, deu oito assistências e esteve em campo por 4480 minutos.

Oportunidades para jogar irão aparecer, já que o titular Mauricio Isla será desfalque em algumas oportunidades, pois é nome certo nas convocações do Chile. Sendo assim, Rodinei terá que disputar a vaga com o jovem Matheuzinho.

Publicidade

Nesta terça-feira (1), Rodinei foi regularizado no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol e está à disposição de Rogério Ceni para jogar. No entanto, a possível reestreia do jogador pelo Flamengo só acontecerá após as partidas do Brasil nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022.

O Rubro-Negro teve Gabriel Barbosa, Everton Ribeiro e Rodrigo Caio convocados para a Seleção Brasileira principal, Gerson e Pedro para a Olímpica, Isla foi chamado pelo Chile, Arrascaeta pelo Uruguai e Piris da Motta pelo Paraguai. Por este motivo, a CBF adiou algumas partidas do Flamengo que aconteceriam no período da data Fifa. O Mais Querido volta a campo somente no dia 10, contra o Coritiba, às 21h30 (de Brasília), no Couto Pereira, em partida de ida válida pela terceira fase da Copa do Brasil.

Flamengo

O lateral-direito Rodinei chegou ao Flamengo em 2016, após se destacar com a camisa da Ponte Preta. Até o momento, o jogador disputou 154 partidas pelo Rubro-Negro, sendo titular em 124. O atleta marcou oito gols, distribuiu 14 assistências e esteve em campo por 12254 minutos.

Pelo Flamengo, Rodinei conquistou dois Campeonatos Cariocas (2017 e 2019), um Brasileirão (2019) e uma Copa Libertadores da América (2019). O lateral tem contrato com o Rubro-Negro até o final de 2022.

Rodinei poderá jogar a Libertadores, mesmo já tendo atuado pelo Internacional. O regulamento da Conmebol permite que um jogador defenda no máximo dois clubes na mesma edição, mas em fases diferentes.

Retirado de: Esporte News Mundo

Publicidade