Renato Gaúcho fica irritado durante a coletiva após o empate do Flamengo
Renato Gaúcho fica irritado durante a coletiva após o empate do Flamengo
Publicidade

Na última partida antes da final da Libertadores do próximo sábado, contra o Palmeiras, em Montevidéu, o Flamengo cedeu o empate em 2 a 2 para o Grêmio após estar vencendo por dois gols de vantagem e com um jogador a mais em Porto Alegre, em jogo adiado da 2ª rodada do Campeonato Brasileiro. Perguntado se o vacilo desta noite preocupa para decisão da competição continental, o técnico Renato Gaúcho minimizou e lembrou que entrou com um time misto, bem diferente do que usará na grande final:

— Não preocupa. Às vezes é a falta de entrosamento também. Jogando com uma equipe diferente isso é uma coisa normal. Mas isso não me preocupa não, porque a equipe do próximo sábado, da final da Libertadores, é totalmente diferente, uma equipe acostumada a vencer, uma equipe mais experiente. E a minha confiança é total nesta equipe que vai enfrentar o Palmeiras – declarou.

Publicidade

Com o empate contra o Grêmio, que luta contra o rebaixamento, o Rubro-Negro perdeu a chance de reduzir a desvantagem para o líder Atlético-MG, que também empatou nesta terça, com o Palmeiras. A equipe carioca se manteve a oito pontos do Galo (75 x 67). Restando agora quatro jogos para o fim da competição, as chances de título, que já eram pequenas, se reduziram mais um pouco.

O jogo foi bom, pegado, disputado, até porque não poderia ser diferente. O Grêmio em uma situação difícil no campeonato. Minha equipe competiu, criou, conseguimos fazer dois gols. Infelizmente cedemos o empate com um jogador a mais. Mas Campeonato Brasileiro é assim mesmo, não tem jogo fácil.

Agora o Flamengo vira toda a chave para a grande decisão da Libertadores, neste sábado, contra o Palmeiras, no Estádio Centenário, no Uruguai. Perguntado sobre a preparação e sobre o estado dos jogadores que retornaram recentemente de lesão, como Arrascaeta, Pedro e Bruno Henrique, o técnico disse:

— Fizemos tudo o que poderíamos fazer, para que tivéssemos agora para dia 27 todo mundo à disposição. Conseguimos recuperar os jogadores que estavam entregues ao departamento médico, jogadores que, de repente, ainda não estão 100%, mas estão recuperados e à disposição.

Inclusive, Renato ficou irritado ao ser questionado sobre a possibilidade de ter aliviado para favorecer o Grêmio:

— Isso é um tipo de pergunta que me ofende. Porque eu sou profissional, trabalho em um grande clube, assim como o Grêmio. Minha equipe sempre vai jogar para vencer. Então é preciso tomar um pouco mais de cuidado. Você (repórter), no caso, em termos de pergunta. Porque uma pergunta dessas está desrespeitando o profissional. E acredito que você tenha visto o jogo. O jogo foi bastante pegado, poderíamos, inclusive, ter vencido, até porque tivemos um jogador a mais. Mas, volto a repetir, é uma pergunta que ofende qualquer profissional.

Retirado de: Globo Esporte

Publicidade