Rafinha deixa Atlético MG de lado e prioriza o Flamengo
Rafinha deixa Atlético MG de lado e prioriza o Flamengo
Publicidade

Rafinha vibrando pelo Flamengo – Foto: Delmiro Jr

O GLOBO: Diogo Dantas

Publicidade

O lateral-direito Rafinha deu sinal verde para voltar ao Flamengo dentro de uma nova realidade. Depois de rescindir com o Olimpiacos, da Grécia, para onde foi no ano passado, deixando o time rubro-negro como um dos protagonistas, o jogador de 35 anos pode retornar ao clube onde conquistou títulos em 2019.

A sondagem feita pelo Atlético-MG agradou, mas Rafinha e seus representantes deram prioridade ao Flamengo, mesmo que a oferta financeira tenda a ser inferior – números não foram discutidos. O primeiro motivo é a identificação com o clube e o fato de o lateral gostar do Rio e ter casa na cidade. O outro fator é o bom ambiente com os jogadores do elenco, que não escondem o desejo de tê-lo de volta.

Um encontro entre dirigentes do Flamengo e representantes do jogador está marcado para a próxima semana, com presença de Rafinha, que chega da Alemanha. Já houve conversas informais com o empresário Lincoln indicando o desejo de ter o jogador até o fim de 2021, conforme informou o jornalista Mauro Cézar Pereira. Agora, o clube carioca vai apresentar a proposta financeira, certamente abaixo do que o jogador recebia quando veio da Europa.

Se Rafinha não quiser esticar as negociações, a tendência é por um acordo rápido em função da boa relação entre as partes. Caso contrário, outras ofertas, como a do Atlético-MG, serão avaliadas. O Flamengo se sente confortável com o bom momento vivido pelo chileno Isla, novo dono da lateral direita. Mas sabe que precisa reforçar o setor. No entanto, outras posições são consideradas mais importantes, como a ala esquerda, a zaga, o setor de criação e atacantes de lado de campo.

A reportagem buscou a posição do empresário Lincoln e do vice de futebol Marcos Braz. Ambos não retornaram os contatos. O dirigente rubro-negro não viajou com o elenco para o jogo com o Red Bull Bragantino neste sábado.

Na posição, ainda há Matheuzinho e João Lucas. Vale lembrar que o Flamengo não avançou para contratar Guga, do Atlético-MG, justamente para não abrir os cofres em excesso, tão logo perdeu Rafinha. Aos 32 anos, Isla veio livre, mas não é um jogador barato. E ainda tem alguns anos de carreira pela frente. O contrato com o Flamengo vai até o fim de 2022.

Publicidade