Natan fala sobre experiência como capitão do Flamengo nos profissionais
Natan fala sobre experiência como capitão do Flamengo nos profissionais
Publicidade

Natan, zagueiro do Flamengo – Foto: Marcelo Cortes

GLOBO ESPORTE: Capitão neste início de temporada, em que o Flamengo iniciou o Campeonato Carioca com o time de garotos, Natan concedeu sua primeira entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira. O zagueiro de 20 anos já era peça utilizada no Campeonato Brasileiro e foi o escolhido para ser o líder da equipe em campo na estreia do Estadual, na vitória por 1 a 0 sobre o Nova Iguaçu.

Publicidade

– Começar o Carioca com a braçadeira de capitão é meu trabalho que vem evoluindo, isso demonstra que o Flamengo deposita uma confiança grande em mim. A gente tem tudo para continuar firme e forte nesse Campeonato Carioca e ser campeão – disse.

Questionado sobre a importância de ajudar os companheiros na última terça-feira, já que, apesar da pouca idade, era um dos mais experientes e com vivência já no profissional, Natan disse que o “nervosismo” é natural e que também contou com o acolhimento de outros atletas em seu início:

– Pressão existe em todo lugar, principalmente no Flamengo. O nervosismo é comum no atleta que sobe da base para o profissional. Eu tive isso, mas eu tive companheiros que me ajudaram, como Filipe Luis, Rodrigo Caio… Eles me passaram confiança no dia a dia e nos jogos. Como um dos mais experientes no clube (no time da última terça), eu, Rodrigo Muniz, Matheuzinho, Gabriel Batista, entre outros, estamos ali para ajudar os companheiros quando eles estiverem nervosos, passar confiança para que eles joguem livremente como jogam na base.

O Flamengo volta a campo neste sábado, às 18h (de Brasília), para enfrentar o Macaé, no Maracanã, pela 2ª rodada da Taça Guanabara.

Publicidade