Mauro descarta Renato Gaúcho no Flamengo: “Não vejo a menor possibilidade”
Mauro descarta Renato Gaúcho no Flamengo: “Não vejo a menor possibilidade”
Publicidade

UOL: O técnico Renato Gaúcho foi demitido ontem (15) pelo Grêmio após a eliminação na fase preliminar da Libertadores diante do Independiente Del Valle e no mesmo dia o Flamengo perdeu o clássico para o Vasco por 3 a 1 no Maracanã, o que voltou a resultar em críticas a Rogério Ceni, mas poderia o ex-atleta rubro-negro se tornar uma sombra para o atual treinador? A princípio, a chance é remota.

No podcast Posse de Bola #117, Mauro Cezar Pereira comenta a situação e afirma que não há a possibilidade de o Flamengo contar com Renato como técnico em curto prazo e que o torcedor que tem essa esperança de o time funcionar com o agora ex-Grêmio não viu as partidas do último período, nem notou a queda antes da fase de grupos da Libertadores.

Publicidade

“Essa coisa de Renato Gaúcho é coisa de torcedor que só vê jogo do Flamengo, ele é rubro-negro e só vê o Flamengo, ele não tem ideia do que vinha sendo o Grêmio com o Renato. Beleza, manda embora o técnico que foi campeão brasileiro e contrata o técnico eliminado pelo Independiente Del Valle, façam isso. Não vejo a menor possibilidade de isso acontecer no curto prazo”, diz Mauro Cezar.

O jornalista afirma que, embora considere vergonhosa a derrota do Flamengo diante de um rival que hoje tem um time mais modesto e está na segunda divisão nacional, não é motivo para querer trocar o técnico campeão brasileiro de 2020.

“[A derrota] é vergonhosa, como foi vergonhosa a do Atlético-MG [para o Cruzeiro], como foi vergonhoso também o Palmeiras jogar pior que o Defensa y Justicia dois jogos e perder essa Recopa, os três foram vergonhosos, o Atlético-MG, o Flamengo e o Palmeiras. Agora, ninguém fala em demissão do Cuca, ninguém fala em demissão de Abel Ferreira, podemos aqui questionar o Cuca, questionar o Abel e devemos fazê-lo”, diz Mauro.

“O único técnico que qualquer coisa tem que ser demitido é o técnico do Flamengo, por conta e uma postura arrogante de parte da torcida e alguns outros setores”, completa.

Mauro também considera que a derrota do Rubro-negro no clássico poderá servir como aprendizado visando o jogo com o Vélez Sarsfield, na abertura da fase de grupos da Libertadores, na terça-feira (20).

“Foi um jogo que serve para você tirar lições, se não souber tirar lições, perdem terça-feira na Argentina. Se tirarem boas lições, a coisa muda. Outro detalhe, no domingo, depois do jogo contra o próprio Palmeiras, muita gente questionava o Everton Ribeiro, muitos torcedores sugeriam ‘adianta o Diego e põe um volante’. Ele fez isso, na verdade ele adiantou o Gerson, não o Diego, e pôs um volante. Agora, foi por isso que o Vasco fez os gols? Será que foi por isso que o Flamengo jogou tão mal? A postura do time foi um horror e o terceiro gol também, erro do Diego, erro do Filipe Luís e tudo o mais, e o Vasco jogou o seu jogo”, conclui.

Publicidade