Mansur critica Gabigol por rebater provocação do Fluminense: “Mau vencedor é profundamente lamentável”
Mansur critica Gabigol por rebater provocação do Fluminense: “Mau vencedor é profundamente lamentável”
Publicidade

DIÁRIO DO FLA: Uma cena chamou atenção durante a final do Carioca entre Flamengo e Fluminense, no último sábado. Após marcar dois gols no fim do primeiro tempo, Gabigol teve uma discussão acalorada com Diego Ribas no caminho para os vestiários. O atacante teria, supostamente, provocado os adversários e levou uma bronca do meia. Após o título, o centroavante alfinetou o rival com a frase ‘jogaram como nunca, perderam como sempre’. Durante o ‘Seleção SporTV’ desta segunda, Carlos Eduardo Mansur e Renata Mendonça falaram sobre o assunto.

“Gabigol tem sido decisivo para o Flamengo em uma frequência imensa, mas tem certos comportamentos que já passou do tempo de se virar a página. Eu acho que se o mau perdedor já é ruim, o mau vencedor é profundamente lamentável. Eu ainda não me convenci de incorporar esse tipo de comportamento a nossa realidade. Continuo com minha postura crítica, inclusive na questão esportiva, onde acho uma ferramenta de comunicação importante”, disse Mansur.

Publicidade

“O atleta precisa entender que existem 90 minutos para jogar, tem que haver concentração. Mas eu acho que parte da provocação faz parte, lógico, depois do jogo e com respeito, porque essa rivalidade faz parte do futebol e torna o esporte mais legal. O torcedor do Flamengo e os próprios jogadores ficam mais empolgados com um título sobre o Fluminense, do que ficariam sobre a Portuguesa, por exemplo, então por isso é importante essa rivalidade”, completou Renata.

Publicidade