Landim decide que irá aceitar indicação para assumir a CBF provisoriamente
Landim decide que irá aceitar indicação para assumir a CBF provisoriamente
Publicidade

ESPN: Pedro Ivo Almeida e Francisco De Laurentiis

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, e o mandatário da FPF (Federação Brasileira de Futebol) encaminham alinhamentos finais para dizerem “sim” à nomeação como interventores da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), segundo apurou a ESPN Brasil nesta quarta-feira.

Publicidade

De acordo com informações obtidas pela reportagem, a dupla estava receosa em aceitar a decisão da Justiça na última segunda-feira. No entanto, com o novo despacho emitido nesta quarta-feira, eles mudaram de ideia. Agora, a tendência é pelo “sim”.

Explica-se: na segunda-feira, a decisão da Justiça dizia que, se Landim e Carneiro Bastos aceitassem assumir como interventores, teriam apenas o poder de organizar uma nova eleição para presidente da CBF, após a anulação do pleito que elegeu Rogério Caboclo.

Já nesta quarta, esses poderem foram ampliados de forma considerável, já que foi definido que quem entrar na intervenção terá carta-branca na Confederação, podendo inclusive demitir membros da diretoria e indicar um novo presidente interino para a entidade.

É por isso que, na segunda-feira, a dupla tinha receito se valia a pena comprar uma briga desse porte por um poder “mínimo” na CBF. Com o novo despacho de terça, todavia, agora eles se articulam para aceitarem a intervenção.

Segundo a decisão da Justiça, Landim e Carneiro Bastos devem responder até a próxima terça-feira (3 de agosto) se aceitam ou não o papel de interventores na Confederação.

“Fixa-se para o dia 3 de agosto de 2021, a lavratura do termo de compromisso dos indicados como interventores. Novamente lembro que a indicação se deu exclusivamente por questão de representatividade (seja do clube, seja da Federação), a se ter um equilíbrio maior”, reforçou o despacho desta quarta-feira.

De acordo com a apuração da ESPN Brasil, a tendência é que isso aconteça justamente na terça.

Vale lembrar que, enquanto Caboclo está afastado pela denúncia de assédio moral e sexual, Coronel Nunes é quem exerce a função de presidente da CBF.

Entenda o caso Na última segunda-feira, a Justiça do Rio de Janeiro decidiu pela nulidade da Assembleia Geral da CBF que mudou a formação de votação para a presidência. Por conta disso, a eleição de Rogério Caboclo, realizada em 2018, foi anulada.

Após a decisão, o juiz Mario Cunha Olinto Filho nomeou Rodolfo Landim e Reinaldo Carneiro Bastos como interventores da entidade.

Desde então, a dupla está analisando em conjunto com federações, clubes e advogados a decisão da Justiça. Vale lembrar que em caso de um ‘sim’ para a função de interventor, Landim e Carneiro Bastos terão de pedir licença aos cargos que exercem como presidentes de Flamengo e FPF, respectivamente.

Publicidade