Jorge Jesus descarta trocar o Flamengo pelo Milan: “Nem pensar”
Jorge Jesus descarta trocar o Flamengo pelo Milan: “Nem pensar”

Jorge Jesus fica ou não fica no Flamengo até o fim de 2020? Essa é uma das grandes perguntas do Mercado da Bola para este começo de ano. E o treinador acaba de dar uma entrevista animadora para o torcedor rubro-negro.

Em conversa exclusiva com o jornal português Record, o treinador não garantiu que fica – e deixou até aberta a possibilidade de deixar o clube antes do final do contrato, em maio. Mas deixou claro que não trocaria o Flamengo por qualquer coisa. Pelo contrário! O comandante só sai para cumprir sonhos profissionais que englobam cinco ou seis equipes no mundo – não reveladas.

“Tenho contrato até maio. E o Flamengo sabe que tenho uma cláusula que me permite sair a qualquer momento. Se aparecer aquilo que é o meu sonho…”, disse.

“Quando estava no Benfica nunca aceitei essas equipes. Nunca quis trocar o Benfica por Milan, Valencia, Monaco… Agora vou trocar o Flamengo por essas equipes? Com todo o respeito, nem pensar!”, completou.

Foto: Divulgação Jesus ainda revelou ter negado uma oferta de um clube que já foi campeão inglês antes de aceitar o emprego do Flamengo.

“O meu agente [Pini Zahavi] tinha duas equipes, uma delas já tinha sido campeã em Inglaterra. Mas a partir do momento em que tive o Flamengo… Se não aparecer uma daquelas cinco ou seis equipas que eu quero não vou, aquilo não me diz nada. E se eu quisesse estar em Inglaterra já tinha ido, porque já recebi convites. Só que não é aquilo que eu quero. Isso não me preenche nada, não me diz nada, vale zero”, disse.

O comandante também falou sobre ofertas que recebeu da China em dezembro.

“Tive contatos de duas equipes da China que fariam de mim um dos treinadores mais bem pagos do mundo, se não fosse mesmo o mais bem pago. E não fui. Estiveram no Brasil para fazer contrato comigo. Neste momento ando à procura daquilo que foi sempre a minha paixão, que é o futebol, aquilo que me dá prazer. Não quer dizer que eu não vá para a China, mas não é agora”, disse.

ESPN