Hugo Souza reencontra rival da estreia pelo Flamengo e realça: ‘Não queremos deixar este título passar’
Hugo Souza reencontra rival da estreia pelo Flamengo e realça: ‘Não queremos deixar este título passar’
Publicidade

Setembro de 2020 proporcionou um cenário caótico para o Flamengo devido ao surto de Covid-19 no elenco, ainda comandado por Domènec Torrent. Na ocasião, uma das brechas no time titular foi aproveitada por Hugo Souza, que estreou nos profissionais contra o Palmeiras, justamente o rival desta quinta, desta vez em duelo no Estádio Mané Garrincha, às 19h, pela significativa 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O confronto do turno entre Flamengo e Palmeiras ficou marcado pelo imbróglio judicial. A partida só foi realizada após o Tribunal Superior do Trabalho (TST) autorizá-la cinco minutos antes do horário previamente agendado. O Flamengo estava remendado e composto por uma maioria de jovens da base. Hugo estava lá e se destacou logo na estreia, quando efetuou seis defesas difíceis e saiu de campo emocionado.

Publicidade

De lá para cá, são 18 partidas acumuladas pelos profissionais. O goleiro costuma transmitir segurança neste início de trajetória escrita à base de regularidade – o seu escudo para obliterar a falha com os pés diante do São Paulo, na Copa do Brasil. E, provável titular hoje à noite, o camisa 45 prometeu “força” e luta “até o final” pelo título brasileiro:

— Espero que a gente consiga alcançar mais vitórias e ir em busca do objetivo maior, que é o título. Nós vamos forte, vamos buscar até o final. Até porque, nós somos o Flamengo e não queremos deixar este título passar. Felicidade define. Agora, é continuar buscando, continuar lutando, para que as coisas continuem acontecendo da melhor forma possível – falou Hugo Souza, logo após a vitória contra o Goiás, em que ele voltou a iniciar entre os 11.

A tendência, aliás, é que Hugo Souza permanece na equipe titular uma vez que Diego Alves, ainda em recuperação de uma lesão na coxa direita, não será relacionado para o jogo desta quinta, que marca, simbolicamente, o primeiro ciclo de Neneca pelo Flamengo, cujo vínculo só expira em dezembro de 2025.

Retirado de: Lance

Publicidade