Flamengo vence ação contra jornalista que acusou clube de lavagem de dinheiro
Flamengo vence ação contra jornalista que acusou clube de lavagem de dinheiro
Publicidade

COLUNA DO FLA: O Flamengo venceu, nesta terça-feira (21), o processo contra o jornalista Rodrigo Viga, que acusou o clube de lavagem de dinheiro em 2019. Após a decisão promulgada pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), Viga terá que pagar R$ 20 mil por danos morais ao Clube da Gávea.

À época, o jornalista, da Jovem Pan, acusou o Flamengo por lavagem de dinheiro por meio de um fundo no exterior, como também de superfaturamento em negociações de atletas. O Flamengo agiu rápido, pedindo uma retratação ao vivo e uma indenização de R$ 60 mil do jornalista e da empresa.

Publicidade

“De forma caluniosa e irresponsável, alegou que o FLAMENGO teria montado um esquema ilegal de lavagem de dinheiro através de um Fundo de Investimentos irregular“, disse o documento emitido pelo departamento jurídico do Fla em 2019.

O vice-presidente jurídico e geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee, também se manifestou por conta própria na época. Em seu perfil oficial no Twitter, o dirigente rechaçou as acusações e prometeu o processo contra o jornalista e a Jovem Pan.

“O Flamengo não tem pirâmide, lava jato ou contabilidade paralela. É um exemplo de clube, hoje auditado pela Ernest Young. Esse repórter da Jovem Pan será processado, assim como a empresa, que responde pelos atos do seu funcionário. Acho importante que vocês saibam disso“, disse Dunshee.

Publicidade