Flamengo reduz valor para vender Léo Pereira
Flamengo reduz valor para vender Léo Pereira
Publicidade

UOL: Por Caio Blois e Thiago Fernandes

O Flamengo descarta liberar Léo Pereira por meio de empréstimo no mercado da bola. A ideia é negociá-lo em definitivo. O clube explicou a situação ao próprio atleta após o seu ato de indisciplina — ele foi a uma festa em meio à pandemia do novo coronavírus e faltou ao treino no dia seguinte. A cúpula teme que o zagueiro reforce um adversário do Brasil de forma gratuita. E ainda que não admita publicamente, o clube aceitaria negociá-lo por ofertas menores do que as que já recebeu.

Publicidade

O Fla não define um valor para a negociação, mas sabe que o jogador deve se desvalorizar por causa dos atos de indisciplina. Em janeiro deste ano, recusou oferta do Besiktas, da Turquia, pelo defensor de 25 anos. A proposta era de 1 milhão de euros pelo empréstimo, com opção de compra de 5 milhões de euros. Há clubes brasileiros e do exterior que monitoram a situação do jogador, que foi adquirido por 6 milhões de euros (R$ 27,7 milhões à época) e tem contrato até dezembro de 2024.

Por Gabriel Vaquer

Está marcado para esta semana o primeiro pagamento de cotas fixas de Globo e Warner para transmissão do Brasileirão Série A. Ao todo, cada clube vai receber cerca de R$ 22 milhões válidos pelo acordo de 2021 em TV aberta e TV paga. A Globo fará o pagamento para 20 times pelo contrato da TV aberta e para outros 13 times que possuem direitos negociados para o SporTV. Já a Warner fará o pagamento para sete clubes, incluindo Palmeiras e Santos. O valor pago faz parte dos 40% do montante de direito distribuído de forma igualitária entre as equipes da primeira divisão, em modelo iniciado no ano de 2019.

Publicidade