Flamengo poderá ter pelo menos 5 desfalques para o final da temporada
Flamengo poderá ter pelo menos 5 desfalques para o final da temporada
Publicidade

Bruno Henrique e Gabigol comemorando gol marcado contra o Goiás (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Com seu plantel completo, à exceção de Rodrigo Caio e Thiago Maia, o Flamengo superou o Sport na Ilha do Retiro em uma partida com nuances do saudoso time de 2019. A calmaria, no entanto, pode ser substituída pela preocupação. Isso porque entre lesionados e julgados, o Rubro-Negro pode perder pelo menos cinco atletas nesta reta final de Campeonato Brasileiro.

Publicidade

O caso mais antigo é o de Thiago Maia, fora desde novembro de 2020 quando sofreu uma lesão ligamentar no joelho. Também no departamento médico, o zagueiro Rodrigo Caio, fora das últimas três partidas do clube, segue em tratamento e é desfalque confirmado para o clássico dos milhões. Sem a opção pelo camisa 3, Rogério Ceni deve repetir a formação com Willian Arão e Gustavo Henrique.

Outra situação que preocupa internamente é a de Diego Alves. De acordo com informações divulgadas pelo clube, a nova lesão aponta para uma baixa de pelo menos três semanas – correndo o risco de sequer retornar para o fim da temporada. O atleta realizou exames nesta quarta-feira.

Por outro lado, porém, as dores de Gerson inspira cuidados, mas sem gerar tanta preocupação. A tendência é que o meia esteja em campo no clássico desta quinta-feira (04).

Se engana, porém, quem pensa que o único vilão desta reta final de temporada é o condicionamento físico dos atletas. Para os flamenguistas, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva tem um papel tão – ou mais – importante.

Recentemente, o STJD determinou a retomada do processo de julgamento sobre Bruno Henrique. A comissão disciplinar, que antes havia decidido não ter motivos para reconhecer a denúncia, agora analisa a gravidade do lance em que o camisa 27 atinge o rosto do volante Breno, do Goiás, pela 11ª rodada do Brasileiro.

O caso ainda será analisado na próxima sessão da Terceira Comissão Disciplinar no artigo de jogada violenta. Se denunciado, Bruno Henrique poderá pegar até seis jogos de suspensão.

Além disso, o STJD marcou para a próxima sexta-feira (05), o julgamento de Gabriel Barbosa pela expulsão na partida contra o Bahia, em dezembro de 2020. Se julgado, o artilheiro pode pegar 12 jogos de suspensão.

Relembre o caso:

No triunfo de virada sobre o Bahia, o camisa 9 foi expulso em um lance extremamente polêmico aos nove minutos da primeira etapa. De acordo com Flávio Rodrigues de Souza, árbitro da partida, o atacante foi desrespeitoso.

Denunciado pela segunda vez no artigo 258 II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, Gabigol pode pegar um gancho de 12 jogos por pena acumulativa.

Retirado de: Esporte News Mundo

Publicidade