Flamengo é processado por Federação por não repasse de taxas em vendas
Flamengo é processado por Federação por não repasse de taxas em vendas
Publicidade

Rodrigo Caio, Pablo Marí e Gerson no Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

ESPORTE NEWS MUNDO: Por David Nascimento

Publicidade

O Flamengo foi alvo de novo processo na Justiça nesta quinta-feira, o qual o Esporte News Mundo teve acesso a detalhes. A Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf) entrou com ação contra o Rubro-Negro no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) cobrando R$ 746.280,48 pelas transferências de seis jogadores: Pablo Marí, Jonas, Felipe Vizeu, Matheus Sávio, Caio Roque e Vinicius Souza.

A ação corre na 13ª Vara Cível do TJRJ, e terá julgamento do juiz Ledir Dias de Araújo. A Fenapaf cobra o repasse de 0,8% das transferências dos seis atletas do Flamengo, o que até o início deste ano era previsto na Lei Pelé e como as negociações foram concluídas antes da alteração legal, no entendimento da federação, a cobrança da dívida ainda seria válida. Uma decisão deve sair até o fim do ano.

> Confira a seguir as cobranças, jogador por jogador:

1. JONAS GOMES DE SOUZA, para o Al Ittihad, ocorrida em 18 de julho de 2019, pela qual teria recebido o montante de R$ 11.561.000,00 (onze milhões, quinhentos e sessenta e um mil reais), deixando de recolher à FAAP o valor de R$ 92.488,00 (noventa e dois mil, quatrocentos e oitenta e oito reais) [11.561.000,00 X 0,8%];

2. FELIPE DOS REIS PEREIRA VIZEU DO CARMO, para o Udinense, ocorrida em 22 de julho de 2018, pela qual teria recebido o montante de R$ 20.839.000,00 (vinte milhões, oitocentos e trinta e nove mil reais), deixando de recolher à FAAP o valor de R$ 166.712,00 (cento e sessenta e seis mil, setecentos e doze reais) [20.839.000,00 X 0,8%];

3. MATHEUS GONÇALVES SAVIO, para o Kashima Reysol, do Japão, ocorrida em 23 de janeiro de 2020, pela qual teria recebido o montante de US$ 1.100.000,00 (um milhão e cem mil dólares), correspondente a R$ 4.582.160,00 (quatro milhões, quinhentos e oitenta e dois mil e cento e sessenta reais), com dólar cotado a R$ 4,1656, deixando de recolher à FAAP o valor de R$ 36.657,28 (trinta e seis mil, seiscentos e cinquenta e sete reais e vinte e oito centavos) [4.582.160,00 X 0,8%];

4. PABLO MARI VILLAR, para o Arsenal, da Inglaterra, ocorrida em 24 de agosto de 2020, pela qual teria recebido o montante de EUR 4.000.000,00 (quatro milhões de euros), correspondente a R$ 26.409.600,00 (vinte e seis milhões, quatrocentos e nove mil e seiscentos reais), com euro cotado a R$ 6,6024, deixando de recolher à FAAP o valor de R$ 211.276,80 (duzentos e onze mil, duzentos e setenta e seis reais e oitenta centavos) [26.409.600,00 X 0,8%];

5. CAIO ALVES ROQUE GOMES, para o Lommel, da Bélgica, ocorrida em 04 de setembro de 2020, pela qual teria recebido o montante de R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais), deixando de recolher à FAAP o valor de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais [10.000.000,00 X 0,8%] e;

6. VINICIUS DE SOUZA COSTA, também para o Lommel, da Bélgica, ocorrida em 01 de outubro de 2020, pela qual teria recebido o montante de EUR 3.000.000,00 (três milhões de euros), correspondente a R$ 19.893.300,00 (dezenove milhões, oitocentos e noventa e três mil e trezentos reais), com euro cotado a R$ 6,6311, deixando de recolher à FAAP o valor de R$ 159.146,40 (cento e cinquenta e nove mil, cento e quarenta e seis reais e quarenta centavos) [19.893.300,00 X 0,8%]”

Publicidade