Flamengo arrecada mais de R$ 500 milhões em vendas de crias da base desde 2017
Flamengo arrecada mais de R$ 500 milhões em vendas de crias da base desde 2017
Publicidade

A partir de 2016, o Flamengo decidiu alargar seus horizontes e começou a lucrar pesado com negociações de jovens das categorias de base. O sucesso conquistado com este tipo de transações certamente tem a ver com o alto padrão técnico o qual o Mais Querido prepara seus atletas mais novos.

Desta forma, o rubro-negro já garantiu um valor bem alto entrando em seus cofres de jogadores negociados nos últimos anos. Até o momento, o time faturou R$ 528 milhões em vendas de jovens promessas.

Publicidade

O ciclo de grandes lucros iniciou com a venda de Vinicius Jr. ao Real Madrid. Após a negociação do atacante por mais de R$ 150 milhões, outros nomes conhecidos da torcida saíram da equipe da Gávea e rumaram a outros clubes.

Vale ressaltar que o sucesso dos jovens rendeu frutos que já podem ser notados, uma vez que três destes nomes foram convocados para os confrontos das Seleções Brasileiras deste mês (Vini e Paquetá para a principal e Reinier para a Olímpica).

Vendas de jovens da base por ano:

2017

  • Vinicius Júnior – R$ 150,4 milhões
  • Jorge – R$ 20,9 milhões (70% dos direitos econômicos)

2018

  • Felipe Vizeu – R$ 12,5 milhões (60% dos direitos econômicos)
  • Lucas Paquetá – R$ 101,9 milhões (70% dos direitos econômicos)

2019

  • Léo Duarte – R$ 20,9 milhões (50% dos direitos econômicos)
  • Jean Lucas – R$ 27,8 milhões
  • Matheus Sávio – R$ 5,1 milhões

2020

  • Reinier – R$ 108,8 milhões (80% dos direitos econômicos)
  • Vinícius Souza – R$ 16,5 milhões
  • Caio Roque – R$ 9,9 milhões

2021

  • Yuri César – R$ 31,3 milhões
  • Lincoln – R$ 15,6 milhões (75% dos direitos econômicos)
  • Natan – R$ 5 milhões (empréstimo com obrigação de compra de R$ 22 milhões)
  • Matheus Thuler – R$ 1,4 milhões (empréstimo com opção de compra de R$ 14 milhões)
Publicidade