Em súmula, árbitro justifica cartão para Diego após choque de cabeça: “Rodízio de faltas”
Em súmula, árbitro justifica cartão para Diego após choque de cabeça: “Rodízio de faltas”
Publicidade

COLUNA DO FLA: Na última quinta-feira (04), o Flamengo venceu o Vasco por 2 a 0 e se aproximou ainda mais do líder. Agora, o Mais Querido está a dois pontos do Internacional e, com isso, retomou a autonomia em relação ao futuro no campeonato. Apesar da excelente vitória no clássico, o Fla ganhou um desfalque para o próximo jogo: Diego Ribas. O meia recebeu um terceiro cartão amarelo duvidoso e, dessa forma, coube ao árbitro da partida, Raphael Claus, explicar o motivo da advertência.

Publicidade

O lance em questão aconteceu ainda no primeiro tempo, quando o meia do Fla se chocou com Benítez, do Vasco. Na ocasião, a dividida assustou por ter sido o chamado ‘cabeça com cabeça’, mas os comentaristas de arbitragem concordaram que não seria para cartão. Porém, Claus relatou na súmula que a advertência teria sido por “rodízio de faltas da equipe”. Em suma, o árbitro da FIFA e da Federação de São Paulo tirou o meia de um duelo decisivo por conta de falhas de todo o time. Diego não gostou e, ainda em campo, expressou sua insatisfação.

– Foi cabeça com cabeça, Claus. Foi cabeça com cabeça. Eu fui disputar a bola. Olha depois! Eu estou com dois cartões amarelos. Olha depois a injustiça que você fez. – disse o meia.

Com Diego fora, o técnico Rogério Ceni terá de mudar o meio-campo rubro-negro, que vinha muito encaixado na boa sequência. O próximo compromisso do Fla é neste domingo (07), diante do Bragantino, às 20h30 (horário de Brasília), em Bragança Paulista.

Publicidade