Dirigente do Grêmio desrespeita presidente do STJD por decisão a favor do Flamengo
Dirigente do Grêmio desrespeita presidente do STJD por decisão a favor do Flamengo
Publicidade

Enquanto se prepara para enfrentar o Flamengo nesta noite (15), o Grêmio também se movimenta nos bastidores em tentativas de adiar a 21ª rodada do Brasileirão, na qual o clube também enfrentará o rubro-negro.

Inicialmente, a intenção do Tricolor era de impedir que o Mais Querido recebesse torcida já neste primeiro confronto. Para isso, juntamente com outros 17 equipes, ele entrou com um pedido para derrubar a liminar concedida pelo STJD ao Fla.

Publicidade

Contudo, o requerimento foi indeferido pelo presidente do órgão. Contrariado, o vice-presidente jurídico gremista, Nestor Hein, detonou o mandatário do Tribunal por manter a liminar do Flamengo.

— Além de ter um time poderoso, fora de campo o Flamengo tem até mais força do que a CBF e os outros 19 clubes brasileiros. Tanto que está prevalecendo a subversão da regra em nome do interesse do Flamengo. Tentamos via STJD e aquele dublê de presidente e menino sequer despachou o pedido dos times.

 Este moleque que é presidente não quis receber os advogados dos clubes e não despachou. Quis barrar a medida do Grêmio. Neste ambiente de molecagem, como ficamos, desamparados por quem deveria nos amparar?

É importante destacar que, como informado acima, o número fornecido pelo dirigente do Grêmio não procede. Diferentemente do que foi dito por ele, dois dos clubes da série A, Atlético-MG e Cuiabá, voltaram atrás e optaram por não assinar no pedido enviado ao STJD.

Desta forma, as equipes se enfrentarão nesta quarta-feira (15), às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã. A partida contará com a presença de 35% da capacidade do estádio, e será transmitida pela TV Globo.

Publicidade