Dirigente do Flamengo critica CBF por limitar troca de treinadores
Dirigente do Flamengo critica CBF por limitar troca de treinadores
Publicidade

COLUNA DO FLA: O vice-presidente de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista (BAP), concedeu entrevista ao jornalista Venê Casagrande, na noite desta quarta-feira (14). Entre os diversos assuntos tratados sobre o clube, o dirigente revelou boa relação do Mais Querido com o CBF, apesar de alguns conflitos.

– Não acho que a gente tem uma relação ruim com a CBF. Sábado passado, em Brasília, nós jantamos com o Caboclo (presidente da CBF), com representantes das federações do Rio e de São Paulo, com o Maurício Galiote (presidente do Palmeiras), foi como uma conversa entre amigos, que não necessariamente concordam com tudo. Então, não acho que temos um relação ruim.

Publicidade

Questionado sobre o novo limite na troca de treinadores no Campeonato Brasileiro, Bap explicou a discordância do Flamengo diante da imposição da CBF. Segundo ele, a entidade se intromete onde não deveria.

– A CBF tem um monte de assunto para tratar do que se meter na soberania dos clubes. Se eu quero mandar dez vezes um treinador embora é um problema meu. Eu vou esculhambar o clube, mas, no nosso ponto de vista, não faz nenhum sentido a CBF se intrometer em assuntos que nós entendemos serem de dentro do clube.

Publicidade