Declarações do pai de Gerson atrapalharam negociação com Flamengo
Declarações do pai de Gerson atrapalharam negociação com Flamengo
Publicidade

COLUNA DO FLA: A negociação entre Flamengo e Olympique de Marselha (FRA) por Gerson esfriou nesta quarta-feira (23), após reuniões entre dirigentes dos clubes, em São Paulo. O motivo é a diferença do que o time brasileiro pode pagar e o que os franceses desejam receber. Além disso, outro fator teria atrapalhado as conversas: as declarações do pai e empresário do ‘Coringa’, Marcão Santos.

No domingo (20), o representante do jogador afirmou que o ‘Coringa voltou’, em conversa com o jornalista Julio Miguel Neto. De acordo com o repórter Venê Casagrande, as declarações de Marcão Santos irritaram o Olympique e fizeram com que o clube francês não cedesse no pedido inicial pelo valor de venda, de aproximadamente 20 milhões de euros (R$ 111 milhões, na cotação atual).

Publicidade

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, revelou recentemente que o Rubro-Negro topa ‘esticar a corda’ em até 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 84 milhões na cotação atual). A diretoria do Mais Querido estava otimista para tentar, no diálogo, conseguir reduzir a pedida dos franceses. Mas o posicionamento de Marcão Santos atrapalhou o negócio, que dificilmente será concluído ainda em 2022.

Sem espaço no elenco com o técnico Igor Tudor, Gerson terá que se reapresentar ao time francês na próxima quarta-feira (30), quando o Olympique retoma os treinamentos após pausa para a Copa do Mundo. O campeonato local está parado por conta do Mundial, e só terá bola rolando na última semana do ano. O time de Marselha entra em campo no dia 29 de dezembro, contra o Tolouse (FRA).

Gerson foi um dos destaques do Olympique de Marselha no primeiro semestre. O time terminou o Campeonato Francês na segunda posição e se classificou para a Liga dos Campeões. Ao fim da temporada europeia, o então técnico Jorge Sampaoli, admirador de Gerson, pediu demissão, alegando falta de reforços para 2022/2023. Com a contratação do croata Igor Tudor, o brasileiro passou a ser pouco utilizado.

Publicidade