Contrato da Havan com o Flamengo é aprovado por ampla maioria
Contrato da Havan com o Flamengo é aprovado por ampla maioria
Publicidade

COLUNA DO FLA: Na última terça-feira (10), o Flamengo anunciou a Havan como nova parceira, com um contrato que pode render até R$ 8 milhões anuais aos cofres rubro-negros. Como de costume, no entanto, o vínculo precivava passar pela aprovação do Conselho Deliberativo do clube, o que aconteceu com folga. De acordo com o jornalista Venê Casagrande, 832 pessoas votaram a favor, 284 rejeitaram e outras nove se abstiveram do voto.

Sendo assim, a Havan vai estampar a marca nas mangas do Manto Sagrado até o fim de 2021. Após selar o acordo, o Flamengo e a empresa formalizaram o anúncio nas redes sociais, com direito a brincadeiras nas interações. No entanto, a parceria dividiu opiniões e gerou debates entre os torcedores rubro-negros.

Publicidade

Isso porque, enquanto parte da torcida rubro-negra celebrou o acordo firmado pelo reforço nos cofres do clube, outra porção questionou a atitude. Isso porque, Luciano Hang, fundador e proprietário da Havan, é grande apoiador do Presidente da República, Jair Bolsonaro. Com isso, alguns torcedores passaram a temer que haja algum tipo de associação política entre as partes envolvidas e o chefe de Estado.

Em meio às críticas e elogios, com a Havan, o Flamengo passará a receber mais de R$ 120 milhões em patrocínios no ano 2021. Além da empresa, o Mais Querido conta com a Adidas (R$ 40 milhões), BRB (R$ 32 milhões), Mercado Livre (R$ 18 milhões), Total (R$ 6 milhões), Sportsbet IO (R$ 9 milhões), Moss (R$ 3,5 milhões) e TIM (R$ 4 milhões).

Publicidade