Comentarista diz que ninguém entende de futebol mais do que o Luxemburgo e chama Jorge Jesus de “pé de rato”
Comentarista diz que ninguém entende de futebol mais do que o Luxemburgo e chama Jorge Jesus de “pé de rato”

O apresentador Neto abriu o programa “Os Donos da Bola” desta quinta-feira (14) exaltando a atuação do Vasco comandado por Vanderlei Luxemburgo no clássico contra o Flamengo, que terminou com um empate por 4 a 4, na quarta-feira.

O ex-jogador do Corinthians não poupou elogios o técnico vascaíno e rebateu quem minimiza a trajetória do treinador de 67 anos, que acumula passagens vitoriosas por Palmeiras, Corinthians, Santos e Cruzeiro.

“C… quem é contra o Luxemburgo, principalmente aqueles que acham que inventaram o futebol por causa de estatística. (…) O Luxemburgo, cinco títulos Brasileiro, o cara ganhou tudo com muita coisa e com um monte de clube. Fez o Cruzeiro entrar para a história com a Tríplice Coroa, é o treinador que se você perguntar para qualquer jogador ou ex-jogador, ninguém se compara ao Luxemburgo. Jorge Jesus é um pé de rato perto dele. O único cara que é melhor que o Luxemburgo não está mais aqui, que é o senhor Ênio Andrade. Os demais não chegam a 50% do Luxemburgo”, avaliou o apresentador.

“Quem foi o primeiro treinador a trazer o centro de treinamento aqui? Quem que revelou tantos jogadores para o futebol brasileiro, e que os clubes ganharam dinheiro para caramba? Quem provou que ele era mercenário e que ele fazia esquema com jogadores? Quem acabou com o Luxemburgo na seleção brasileira, deu alguma coisa? Ninguém sabe de bola mais que o Luxemburgo. E eu duvido que se o Guardiola ou o Jorge Jesus estivessem no Vasco fariam o que o Luxemburgo fez neste ano. O Luxemburgo tirou o Vasco do rebaixamento”, destacou.

Neto ainda criticou quem “pega no pé” do técnico do Vasco. “Vocês não respeitam a história do cara, mas aí dão moral para o Jorge Jesus que chegou ontem. Mas o Luxemburgo, que tem muita gente que não gosta dele, a imprensa que acha que entende de futebol pega no pé dele e diz que ‘ele não fez mais do que obrigação’. Quem não faz mais do que obrigação é o Jorge Jesus e o Jorge Sampaoli, que no Santos não ganhou nada. Se fosse o Luxemburgo que tivesse perdido para o River Plate-URU no Pacaembu, estariam matando ele.”

“(O Vasco) Era para ganhar o jogo, e quem deu uma baita sorte foi o Jorge Jesus. Não estou dizendo que ele não é bom treinador, mas ele não chega aos pés do Luxemburgo. (…) O Luxemburgo deu uma aula tática para quem quer e para quem entende de futebol”, completou.

Retirado de: Torcedores