CBF avisa aos clubes que não irá paralisar o Brasileirão por conta do Flamengo
CBF avisa aos clubes que não irá paralisar o Brasileirão por conta do Flamengo
Publicidade

GOAL: Por Cristiano Silva e Raísa Simplicio

O presidente gremista Romildo Bolzan Júnior e o vice de futebol Marcos Hermann estiveram na sede da CBF na manhã desta quarta-feira (15) em uma visita cortesia ao presidente interino da entidade, Ednaldo Rodrigues.

Publicidade

A visita já estava previamente agendada e foi um convite que partiu da Confederação Brasileira de Futebol, aproveitando a presença do Grêmio no Rio de Janeiro para o jogo da volta das quartas de final da Copa do Brasil.

A presença do presidente gremista na entidade máxima do futebol brasileiro mobilizou os demais mandatários dos times da série A, que estão tentando junto à CBF, rodada do Campeonato Brasileiro.

O motivo para tentar a paralisação da competição é para ganhar tempo e tentar cassar a liminar do Flamengo, que permite a presença de público em jogos do rubro negro como mandante.

Mas a CBF já comunicou que devido à falta de datas para remarcação de jogos, a próxima rodada não deverá ser cancelada e os times terão que entrar em campo para a realização das partidas.

Na última terça-feira (14), a Goal trouxe que a diretoria do Flamengo estava tranquila quanto a possibilidade do adiamento da rodada. Os mandatários do clube carioca entendem que este é um problema da CBF com o calendário, a TV, os patrocinadores e suas entregas comerciais.

Durante a Copa América, o Flamengo pediu a paralisação do Brasileirão e ouviu que não seria possível, sendo assim, caso a rodada do final de semana fosse adiada, os rubro-negros entendem que teriam um precedente perigoso aberto pela entidade.

O Grêmio, que encara o Flamengo hoje pela Copa do Brasil, também será o adversário do rubro negro no próximo domingo, pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã.

Nestas duas partidas o Flamengo vai fazer valer a liminar obtida junto ao STJD e vai colocar público nos dois jogos. O departamento jurídico do tricolor gaúcho tentou cassar a liminar do clube carioca, mas até o momento não obteve sucesso.

Publicidade