CBF admite censura às imagens de confusão no túnel entre Flamengo e Palmeiras
CBF admite censura às imagens de confusão no túnel entre Flamengo e Palmeiras
Publicidade

UOL: Por Thiago Braga

A CBF foi a responsável pela decisão de não mostrar a troca de agressões entre membros das comissões técnicas, jogadores e diretores de Flamengo e Palmeiras, no vestiário do Mané Garrincha, durante a transmissão da final da Supercopa, no domingo passado. A cúpula da entidade decidiu que situações como essas depreciam o produto por ela negociado. A coluna apurou que a “decisão editorial” tomada pela CBF segue o padrão de outras federações pelo mundo, como Fifa, Uefa e Conmebol.

Publicidade

Já é praxe na transmissão dos grandes torneios, por exemplo, as manobras de direção de vídeo a fim de evitar mostrar invasões de campo. A ocultação da briga entre palmeirenses e flamenguistas seguiu essa mesma orientação, apesar de o conceito ser contestado até por Galvão Bueno na transmissão da Globo. O Flamengo venceu a Supercopa nos pênaltis após empate por 2 a 2.

Publicidade