Atlético GO tenta a contratação de Michael, do Flamengo
Atlético GO tenta a contratação de Michael, do Flamengo
Publicidade

O DIA: POR VENÊ CASAGRANDE

A negociação entre Flamengo e Atlético-GO pelo goleiro César ainda está rendendo entre os dois clubes. Como o goleiro se machucou e precisou operar, ele não irá mais para o Dragão.

Publicidade

Entretanto, nesta trativa, ficou combinado que duas jovens promessas do Atlético-GO, o meia Gil e o volante Da Silva, iriam para o Flamengo. Com a não transferência de César, os dois garotos, que também estão na mira do Palmeiras, estão bem encaminhados com o Rubro-Negro. Com isso, o Dragão “tem o direito” de pedir um jogador por empréstimo.

Então, segundo apurou a reportagem, o Atlético-GO tentou Rodrigo Muniz, mas as conversas não evoluíram. Agora, a bola da vez é o atacante Michael. A reportagem entrou em contato com Adson Batista, presidente do time goiano, que confirmou a vontade de contar com o jogador, que teve boa passagem pelo Goiás, rival do Dragão.

“Sim, verdade. Como esses dois jogadores promessas do futebol brasileiro (o meia Gil e o volante Da Silva, ambos para o Sub-17) podem ir para o Flamengo, nós estamos avaliando um jogador. Michael é um bom nome e que precisa jogar. Acho que aqui ele jogaria e reconquistaria o bom futebol.”

Quando questionado se liberaria o meia Gil e o volante Da Silva mesmo que o Flamengo não ceda algum jogador por empréstimo, como era o acordo inicial envolvendo César, Adson Batista foi firme e disse que não, pois Palmeiras também está interessado nos dois jovens atletas das categorias de base do Atlético-GO.

“Não acho justo, né. Tenho uma ótima relação com o Flamengo, com o presidente Landim e vamos resolver da melhor maneira possível. O Palmeiras, por exemplo, também tem interesse.”

A reportagem também procurou Rodrigo Pitta, representante dos dois jovens do Atlético-GO, mas, até o momento, não obteve resposta. No Flamengo, segundo uma fonte, é que a liberação de jogador para empréstimo depende do aval de Rogério Ceni.

Michael chegou ao Flamengo em janeiro de 2020 depois de se destacar pelo Goiás e ser eleito revelação do Brasileirão 2019. O atacante custou, entre comissões e aquisição de 80% de direitos econômicos, R$ 38,4 milhões, mas, até o momento, não justificou o alto investimento.

Pelo Rubro-Negro foram 50 partidas até o momento e quatro gols marcados (todos em 2020). Na final da Supercopa do Brasil, no último domingo, o camisa 19 entrou no lugar de Bruno Henrique nos instantes finais de jogo e aproveitou a oportunidade. Nas disputas de pênalti não decepcionou e converteu a cobrança.

Publicidade