Aston Villa comprou Coutinho por menos do que o Palmeiras queria pagar por Pedro, do Flamengo
Aston Villa comprou Coutinho por menos do que o Palmeiras queria pagar por Pedro, do Flamengo
Publicidade

TORCEDORES: Danielle Barbosa

Aston Villa e Barcelona confirmaram a transferência definitiva de Philippe Coutinho por 20 milhões de euros, algo equivalente a cerca de R$ 108 milhões na cotação atual. O que mais chamou atenção na negociação com o time inglês é o baixo valor do negócio que, inclusive, é o mesmo que o Palmeiras ofereceu para tirar Pedro do Flamengo na última janela de transferências.

Publicidade

Em março, segundo o ‘ge’, o time Alviverde ofereceu 20 milhões de euros (R$ 110 milhões na época) e mais dois jogadores por 80% dos direitos econômicos do atacante Pedro. O time rubro-negro, por sua vez, rechaçou a negociação para evitar reforçar um rival direto na briga por títulos, mesmo considerando o valor bom para o negócio. Os dirigentes do Flamengo bateram o pé e informaram que só aceitariam vender o jogador pelo valor da multa rescisória: 100 milhões de euros.

Curiosamente, o nome do Coutinho chegou a ser especulado para reforçar o Palmeiras no início da temporada. Na época, segundo o jornalista Mauro Beting, a diretoria palmeirense monitorava a situação do brasileiro no Barcelona e avaliava a possibilidade de contratação para a disputa do Mundial de Clubes.

Outro fato que chama atenção na compra de Coutinho pelo Aston Villa é o prejuízo que o Barcelona teve com o brasileiro. Em 2018, quando buscava um nome de peso para substituir Neymar, que havia se transferido para o PSG, o clube catalão desembolsou 120 milhões de euros fixos, mais pagamentos de bônus por metas, para tirá-lo do Liverpool.

Publicidade