‘Aqui é porrada o tempo todo, é no chicote’, diz Braz, sobre pressão da torcida do Flamengo
‘Aqui é porrada o tempo todo, é no chicote’, diz Braz, sobre pressão da torcida do Flamengo
Publicidade

Marcos Braz no gramado do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Após a conquista do bicampeonato brasileiro, o Flamengo já pensa no planejamento para a nova temporada que começou ontem. O vice de futebol do Rubro-Negro, Marcos Braz, em entrevista ao ‘ge’, afirmou que está esperando para ouvir o que Ceni está pensando para a parte esportiva e deu uma forte declaração sobre a pressão dos flamenguistas.

Publicidade

— Aqui não tem isso. É porrada o tempo todo, é no chicote. E não da minha parte, não. É da torcida. Estou esperando o Rogério voltar até para saber o que ele está pensando na parte esportiva. Mas aqui não colocamos jogador na prateleira para vender. Alguns jogadores precisam de seis meses, um ano para se adaptarem ao clube. Mas aqui não tem isso. É porrada o tempo todo, é no chicote. E não da minha parte, não. É da torcida, dos jornalistas… de todo mundo.

Uma das grandes novelas envolvendo o clube carioca neste início de ano é um possível retorno do lateral direito Rafinha, que estava no futebol grego. Braz destaca que as partes estão conversando, mas estão ajustando algumas pendências.

— Rafinha começou há um mês a sinalizar que queria voltar. Estamos conversando. O Bruno (Spindel) está conversando. Eu tenho uma relação direta com ele também, muito próxima. Com o Lincoln, seu empresário, também. Estamos tentando ajustar. Não que ele não mereça ser valorizado pela história dele aqui, mas estamos com algumas prudências para finalizarmos esse caso, de um lado ou de outro.

Retirado de: TNT Sports

Publicidade