Apresentador detona favorecimento ao Atlético: “Sempre foi de cavar”
Apresentador detona favorecimento ao Atlético: “Sempre foi de cavar”
Publicidade

O apresentador André Rizek contestou a marcação de um pênalti no atacante Diego Costa, do Atlético-MG, no duelo de ontem contra o Juventude que acabou em 2 a 0 para a equipe mineira, válido pelo Campeonato Brasileiro.

No Twitter, o jornalista do Grupo Globo ironizou o comportamento “intervencionista” dos árbitros que comandam o VAR – no jogo em questão, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira mudou de opinião sobre o lance após consultar o vídeo. Ele ainda disse que o jogador “sempre” tentou cavar pênaltis.

Publicidade

— Diego Costa sempre foi jogador de tentar cavar pênaltis na Europa. Mas, no Brasil, já percebeu que, na terceira vez, o VAR não vai se aguentar. ‘Agora, vamos brilhar! Seu juiz, corre lá que achamos aquele pênaltizinho-jabuticaba para marcar’, iniciou ele.

Rizek ainda comparou o pênalti marcado no Mineirão com um lance na partida entre Inter e Flamengo, que ocorreu pouco depois.

No 1° tempo do confronto, os jogadores da equipe carioca reclamaram de uma possível infração cometida por Moisés em Éverton Ribeiro, mas nada foi marcado.

— Curioso que, no cenário intervencionista, não tenham dado o pênalti (claríssimo) do Moisés no ER. Com certo esforço, até conseguem explicar a lógica de deixar seguir pela interpretação do árbitro. Mas VAR inventar pênalti – e juiz confirmar – aí não se explica sob nenhuma lógica, finalizou o apresentador.

Retirado de: UOL

Publicidade