Ao abrir mão de férias, Michael demonstra gana para dar volta por cima no Flamengo
Ao abrir mão de férias, Michael demonstra gana para dar volta por cima no Flamengo
Publicidade

Michael segurando troféu de campeão Brasileiro pelo Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

LANCE: Em janeiro de 2020, o Flamengo teve que ser hábil nos bastidores para contratar Michael, então o “queridinho” do mercado pelo ótimo Brasileiro de 2019 pelo Goiás, quando foi eleito a Revelação. Após lampejos com Jorge Jesus, o atacante desceu ladeira a baixo em seu desempenho e virou alvo de críticas. Agora, após iniciativa própria, tem a oportunidade de impulsionar a sua redenção.

Publicidade

Michael foi à comissão técnica para propor abrir mão de seu período de recesso, que o elenco principal terá até o dia 15 de março, e jogar as três primeiras rodadas do Carioca, que se inicia já nesta terça para o Flamengo.

Além dele, João Gomes e Pepê também realizaram o pedido. Todos foram atendidos, sendo que Michael e Pepê só se reapresentarão no Ninho do Urubu nesta quinta – ou seja, não atuarão na estreia do Estadual.

Michael foi contratado por 7,5 milhões de euros e, até hoje, carrega o fardo do alto investimento. Rogério Ceni já havia avisado à diretoria que ainda confia no potencial do “Robozinho”, autor de quatro gols e quatro assistências na temporada passada – em 43 jogos, sendo dez como titular.

Contudo, Ceni tem dado cada vez menos oportunidades a Michael, se pegarmos de dezembro para hoje, por exemplo, quando jogou cerca de 30 minutos somados, entrando já nos finais dos jogos. Contra o São Paulo, pela última rodada do Brasileirão, nem sequer saiu do banco.

CARONA NA BARCA OU REDENÇÃO Pelo pouco espaço e custos elevados, é natural constatar que Michael pode pegar carona na barca deste ano e partir, como ocorreu com Lincoln. Vale ressaltar que o Flamengo já recusou uma oferta de empréstimo do Al Ain (EAU), por R$ 8 milhões, além de ter recebido uma sondagem do São Paulo, que declinou quanto ao interesse no camisa 19 ao saber os valores pedidos.

Ciente do cenário em 2021, Michael deu o primeiro passo para iniciar a redenção no Flamengo e reconquistar a torcida: demonstrou inconformismo. Agora, resta ver se, com a garotada nas rodadas iniciais e comandado por Maurício Souza (mas com Ceni de olho), o atacante deslancha e prova que será útil para o clube na temporada a começar.

Ainda sem Michael, o Fla estreia no Carioca nesta terça-feira, em duelo contra o Nova Iguaçu, às 21h30, no Maracanã. Já Michael estreia no jogo seguinte, diante do Macaé, fim de semana. Confira os relacionados para as rodadas iniciais aqui.

Publicidade