Além de Gerson, Flamengo pode ter que vender outros atletas, afirma dirigente
Além de Gerson, Flamengo pode ter que vender outros atletas, afirma dirigente
Publicidade

A venda de Gerson ao Olympique de Marseille pode não ser o suficiente para o Flamengo ficar saudável financeiramente na temporada. De acordo com BAP, VP de Relações Externas do clube e membro do Conselho de Futebol, é possível que o Rubro-Negro siga no mercado negociando a saída de atletas.

—Do ponto de vista de caixa, não basta vender somente o Gerson agora. O Flamengo não vai receber esse dinheiro à vista. Temos que pagar o salário dos atletas em junho, julho, agosto, setembro, outubro… Não posso chegar para os atletas e falar que vou pagar agosto e setembro em 2023, disse BAP em entrevista ao canal do jornalista Venê Casagrande.

Publicidade

— Como a gente não vai conseguir na parte à vista suprir toda necessidade de caixa que nós temos, quanto mais longe e mais incerta fica a volta de público, maior a possibilidade de ter que vender mais atletas. É inevitável. A não ser que o Flamengo volte a não cumprir com seus compromissos e não pague seus salários, o que não é uma possibilidade, completou.

O Flamengo tem expectativa de negociar Rodrigo Muniz e de receber uma proposta por Everton Ribeiro. Muniz esteve em vias de se transferir ao Genk, da Bélgica, mas a negociação travou após imbróglio entre o jogador e os belgas. Já Everton foi cobiçado pelos árabes no início do ano, mas o Fla preferiu manter o elenco intacto para a reta final do Brasileirão.

Retirado de: Torcedores

Publicidade