Além de Andreas, Anvisa aponta mais uma irregularidade no Flamengo
Além de Andreas, Anvisa aponta mais uma irregularidade no Flamengo
Publicidade

Andreas Pereira e Willian, contratados por Flamengo e Corinthians, respectivamente, não são os únicos jogadores que vieram recentemente da Inglaterra para o Brasil. Há ainda Kenedy, outro reforço rubro-negro, que desembarcou em solo brasileiro no final de agosto. Afinal, ele tem que cumprir quarentena? Já pode jogar pelo clube?

O blog entrou em contato com a Anvisa, que tirou Willian da partida Atlético Goianiense x Corinthians, mas não impediu Andreas de enfrentar o Palmeiras pelo Flamengo por já estar no país há mais de 14 dias. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, ele poderá sofrer penas cabíveis, como multa de no mínimo R$ 2 mil, com o caso podendo parar nas esferas civil e penal.

Publicidade

“O jogador Robert Kenedy Nunes do Nascimento ingressou no Brasil no dia 27 de agosto e preencheu a Declaração de Saúde do Viajante (DSV). Ao avaliar o documento, a Anvisa verificou omissão de informação referente ao seu local de procedência, o que pode representar uma irregularidade tanto do ponto de vista sanitário como migratório”, respondeu a Anvisa.

A autarquia vinculada ao Ministério da Saúde acrescenta que “diante do fato, a Anvisa está apurando eventuais irregularidades por meio da instauração de processo administrativo sanitário. Ademais, as informações também foram repassadas à Polícia Federal para adoção das providências cabíveis”.

Brasileiros, natos ou naturalizados, “com origem ou histórico de passagem por Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, pela República da África do Sul e pela República da Índia nos últimos 14 dias, ao ingressar no território brasileiro, deve permanecer em quarentena por quatorze dias”, reforça a agência reguladora, com base na Portaria 655.

Kenedy teve Covid na Inglaterra, cumpriu o período da quarentena lá e só depois veio para o Brasil. Tudo isso está registrado, em suma, a Anvisa sabe que ele chegou da Inglaterra e que respeitou a quarentena no Reino Unido antes de viajar, contudo, a documentação do atleta emprestado pelo Chelsea apresenta problemas, mas nada que o impeça de jogar.

Retirado de: UOL – Mauro Cezar Pereira

Publicidade