Sorteio de árbitro da semifinal gera novo desgaste entre Flamengo e CBF: ”Evidências da interferência”

12

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Depois de expor publicamente o desconforto com a decisão da CBF de manter a semifinal da Copa do Brasil para a próxima quarta-feira, o Flamengo se mostrou incomodado novamente com a entidade. O novo desgaste envolve a definição do árbitro do jogo diante do Corinthians, no Maracanã. Por sorteio, Bráulio da Silva Machado apitará o confronto.

O sorteio não caiu bem para o presidente Eduardo Bandeira de Mello. Explica-se, em junho deste ano, o próprio dirigente disparou contra a atuação do juiz catarinense no confronto entre Flamengo e Palmeiras, em São Paulo. Na época, Bandeira questionou a falta de critério do árbitro e citou especificamente o lance de uma entrada dura de Felipe Melo em Vinicius Junior, punida com cartão amarelo. O presidente disse que o jogador alviverde deveria ter ”saído de camburão do estádio”.

Relembre o lance abaixo:

Naquela noite, Bandeira ainda disse que o Flamengo ”poderia ter ganho, se não fosse a arbitragem”.

– Só o fato de ele ter sido incluído no sorteio já demonstra falta de respeito ao Flamengo. Isso, a convocação do Paquetá para um amistoso inexpressivo e a negativa em adiar a partida para são evidências da interferência no equilíbrio da competição. Absolutamente revoltante – disse o presidente.

Há cerca de 10 dias, Bandeira questionou com veemência a decisão da CBF de manter a semifinal da Copa do Brasil colada com os amistosos da seleção. Ele considerou a decisão descabida e arbitrária.

Flamengo e Corinthians disputam o primeiro jogo da semifinal da Copa do Braisl nesta quarta, 21h45, no Maracanã. O jogo de volta será dia 26, em São Paulo

Comentários
Carregando...