- Publicidade -

- Publicidade -

O último grande teste para o Flamengo antes da Copa

65

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Poucos clichês são mais batidos e mais verdadeiros no futebol atual do que falar que em uma disputa por pontos corridos todo jogo “é uma final de campeonato”. Golear o principal rival fora de casa rende tantos pontos quanto ganhar do lanterna com um gol de bunda, pontos conseguidos nas primeiras rodadas quando todos estão ainda se esforçando valem tanto quanto aqueles da reta final quando metade dos times só estão entrando em campo porque os jogadores apostaram em si mesmos em algum fantasy game.

- Publicidade -

Mas da mesma maneira que todo jogo contra uma equipe considerada “menor” é uma final porque perder pontos bobos pode fazer a diferença lá na frente, os jogos contra os outros times postulantes ao título se tornam – outro clichê – “jogos de seis pontos”, já que uma vitória não apenas te garante os 3 pontos como ainda freia a pontuação da equipe adversária.

E se temos algum jogo nesse começo de Brasileirão que faz jus ao conceito de jogo de seis pontos, esse jogo seria Palmeiras x Flamengo, nessa quarta-feira, em São Paulo.

Primeiro porque o Palmeiras é um dos favoritos ao título, com um dos elencos mais fortes do Brasil e um clube com um poderio financeiro tão grande que enquanto você lia esse texto ele realizou mais seis novas contratações, tendo em seu elenco mais opções para o meio de campo do que certas cidades brasileiras possuem habitantes.

- Publicidade -

Depois porque é um dos nossos concorrentes diretos no campeonato, atualmente na quinta colocação com 18 pontos, parte do mesmo pelotão de choque que envolve outros clubes que tendem a brigar até o final como Atlético-MG, São Paulo, Grêmio, Internacional, Grêmio, Cruzeiro e Corinthians.

Diante desse cenário, um bom resultado representaria não apenas a chance de manter ou ampliar a vantagem – imagine o quão mais saboroso vai ser cada churrasco durante a Copa do Mundo sabendo que o Flamengo está com 9 pontos de vantagem para o segundo colocado – como também mais um sinal de que o time continua evoluindo e vai sim se mostrando capaz de enfrentar os maiores times do continente, seja dentro ou fora de casa.

- Publicidade -

Então vencer fora de casa aquele que poderia ser considerado o melhor time da América no momento, já que foi o primeiro colocado geral na fase de grupos da Libertadores, nos permitiria ter certeza que não apenas já temos time o suficiente para vencer sem sustos os Cearás e Paranás da vida ou bater Corinthians e Internacional dentro de casa como também podemos enfrentar de igual para igual qualquer grande equipe em seus próprios domínios – convicção essa que é essencial para que o Flamengo encare a maratona de grandes partidas que irá enfrentar na volta da Copa.

Que venha então o Palmeiras, dentro de sua casa, com toda a pressão da sua torcida. Porque, se o Flamengo quer mesmo ser campeão brasileiro, ele vai precisar superar todos os tipos de adversários, sejam os pequenos dentro de casa, sejam os grandes fora, sejam a necessidade de reposição de peças no elenco, sejam os teóricos de conspiração que dizem que a tabela “favorece o Flamengo” como se todos os outros times jogassem 38 vezes contra adversários da Champions League e nós disputássemos 38 partidas de gol a gol contra o time sub-12 do Olaria com as crianças todas vendadas.

Quem quer vencer tudo não pode ter medo de nada e, nessa quarta-feira, o Flamengo tem mais uma chance de mostrar que mais uma vez são os outros que precisam temer a camisa rubro-negra.

Comentários
Carregando...