Marquinhos voa, Flamengo bate o Vitória e termina fase regular do NBB em 1º lugar

67

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Diante de um público menor que o normal na Arena Carioca 1, na Barra da Tijuca, o Flamengo entrou em quadra para fazer seu último compromisso antes da disputa dos playoffs. Já garantido entre os quatro primeiros e, portanto, com vaga assegurada nas quartas do mata-mata, o Rubro-Negro precisava vencer o Vitória para ter chance de assumir a liderança no lugar do Paulistano. E fez sua parte. Com direito ao ponto de número 5000 de Olivinha no NBB – sexto maior cestinha da história do torneio – e ótimas atuações de Marcelinho Machado e Marquinhos, a equipe de José Neto venceu por 89 a 75.

– Vamos ter uns dias livres para descansar, limpar um pouco a mente e, na segunda-feira, começamos outra vez a preparação. Acho que em toda a temporada lutamos para isso. A equipe está de parabéns – disse Cubillan, referindo-se à folga que os jogadores do Flamengo terão agora, retornando às atividades apenas no dia 2 de abril.

Apesar do triunfo, o Flamengo saiu de quadra sem ter a certeza se fechou a primeira fase do NBB na liderança, já que o duelo entre Paulistano e Caxias do Sul, muito equilibrado, atrasou, apesar de a Liga Nacional de Basquete (LNB) ter marcado todos os confrontos desta terça-feira para às 19h30. Mas, no fim das contas, deu o que o Rubro-Negro queria, vitória do Caxias por 81 a 80, e os jogadores do Fla festejaram na zona mista, sabendo do resultado pelos jornalistas. Dessa forma, o time da Gávea poderá jogar uma eventual final em casa.

Nas estatísticas, vale destaque para o cestinha Marquinhos, com 22 pontos, e para Marcelinho Machado, que terminou com 18. Varejão fez um duplo-duplo, com 13 pontos e 11 rebotes. JP Batista contribuiu com nove pontos e cinco rebotes. Pelo Vitória, chamaram a atenção: Dawkins (17 pontos), Shaw (15), Arthur (10) e Kurtz (10).

O jogo

Cubillan abriu. Marquinhos fez de três. O Vitória só marcou faltando 7 minutos para o fim da parcial, com Shaw. Marquinhos ampliou. O americano do time baiano acertou dois lances livres. Varejão marcou de três. O número 8 dos visitantes voltou a marcar, agora de fora do garrafão. Até então, todos os pontos baianos eram de Shaw. Mas Okorie fez os dele. Ramon chutou de três e acertou. Olivinha chegou ao 5.000º ponto no NBB, tornando-se o 6º maior cestinha do torneio. Shaw fez de três, finalizando a parcial com 10 pontos. Mas o Fla fechou o 1º quarto com 23 a 12 no placar.

JP marcou em chute curto para inaugurar a 2ª parcial a favor do Fla. Kurtz fez dois lances livres para o Vitória. O pivô do time carioca marcou mais dois pontos, e Kurtz chutou de perto para contabilizar mais dois para o time baiano. Marcelinho acertou de fora do garrafão, e Marquinhos de dentro. Shaw arriscou de três. Deu certo. Um tocaço de JP Batista animou a galera. Ele fez dois em seguida, consolidando uma ótima atuação e fechando com oito pontos no 2º quarto. O time da Gávea levou para o intervalo com 47 a 26 no placar.

Ramon fez de três para abrir para o Fla na terceira parcial. O Vitória deu o troco de forma igual. Marquinhos fez linda bandeja no passe de Ramon. Arthur respondeu de três. O time carioca administrava a boa vantagem construída no primeiro tempo, mas jogava em menor intensidade, enquanto os baianos apostavam nas bolas de três. E a tática ia dando certo. Foram três, com Renato, Dawkins e Arthur, que ajudaram a reduzir a desvantagem. Apesar disso, a parcial acabou com 60 a 49 no placar para o Rubro-Negro carioca.

Okorie roubou a bola e abriu no último quarto. A torcida se irritou com a desatenção do Flamengo. Mas Varejão acertou na linha de lance livre e, em seguida, salvou um erro de Pilar em um chute de três marcando dois pontos. O Vitória, contudo, diminuía a desvantagem e estava a apenas nove pontos. Marcelinho acertou três lances, e o técnico rival pediu tempo. Depois, o camisa 4 fez de três, e a torcida vibrou. Ele chegou a 18 pontos.

Mas os rubro-negros se irritaram de novo quando Arthur fez de três, Dawkins acertou dois lances, e Maique acertou chute curto, colocando o Vitória perto no placar. Neto parou o jogo para falar com seus atletas. Varejão pegou rebote, seu nono, e marcou dois pontos após assistência de Marcelinho. Marquinhos marcou de novo, igualando seu companheiro com 18 pontos. Ele ampliou para 20 na linha de lance livre e, depois, com bola bonita que valeu dois pontos, e o Fla venceu por 89 a 75.

No ginásio, ficou a apreensão pelo fim da partida entre Paulistano e Caxias para saber se a equipe da Gávea havia terminado a primeira fase na liderança. Os jogadores souberam do resultado, a vitória de 81 a 80 para o Caxias, pelos jornalistas na zona mista. Olivinha, Cubillan, Marquinhos e Pecos festejaram. O Flamengo terminou a primeira fase do NBB como líder.

Escalações:

Flamengo: Cubillan, Marquinhos, Ramon, Olivinha e Varejão. Suplentes: Rhett, Mogi, Marcelinho, Pilar, JP Batista, Arthur Pecos e João Vitor. Técnico: José Neto

Vitória: Arthur, Shaw, Dawkins, Kurtz e André. Suplentes: Okorie, João Pedro, Renato, Mariano, Murilo e Maique. Técnico: Régis Marrelli

Comentários
Carregando...