Marcos Braz e Wallim são ‘esquecidos’ e ocorrido gera desconforto no Flamengo
Marcos Braz e Wallim são ‘esquecidos’ e ocorrido gera desconforto no Flamengo

A publicação do livro em homenagem à temporada passada do Flamengo: “2019, O Ano Eterno – As Conquistas do Flamengo em Imagens” gerou desconforto interno na Gávea. Organizado pelo marketing do clube, não há no livro uma foto sequer do vice responsável pelo futebol, Marcos Braz. O aclamado dirigente não aparece em nenhuma das 120 fotografias que registraram os títulos do futebol, entre eles o Brasileiro e a Libertadores. Braz aparece somente nos créditos em que todos os vices foram citados.

Entre os dirigentes, somente o presidente, Rodolfo Landim, foi agraciado com fotos no livro. Em dois momentos. As demais, são de jogadores e da torcida.

Já Wallim Vasconcellos, este, foi mesmo esquecido. O dirigente era o vice-presidente de Finanças durante todo o ano vitorioso, mas seu nome não consta da lista. No seu lugar, está o atual vice da pasta, Rodrigo Tostes, que assumiu somente em 2020.

Uma homenagem maior a Braz e a completa ausência de Wallim foram discutidas em reuniões no clube na última semana. A resposta oficial é que a escolha dos homenageados e a forma de fazê-la foi comandada pelo departamento de marketing.

Retirado de: Blog da Gabriela Moreira/Globo Esporte