Flamengo estuda firmar acordo com estádio em São Paulo para ‘desafogar’ o Maracanã

703
Flamengo estuda firmar acordo com estádio em São Paulo para ‘desafogar’ o Maracanã
Flamengo estuda firmar acordo com estádio em São Paulo para ‘desafogar’ o Maracanã
Publicidade

A interdição do Maracanã para a recuperação do gramado deixará o Flamengo sem casa por, pelo menos, 20 dias a partir de domingo (27). Em meio aos movimentos do Rubro-Negro na busca por um novo estádio para mandar seus jogos, o Corinthians foi consultado pelo clube carioca sobre a possibilidade de mandar jogos na Neo Química Arena.

Esta ação do Flamengo não representa apenas a busca por uma solução rápida, visando o período da interdição do principal palco do futebol carioca, mas também indica um olhar especial do clube com relação ao mercado de São Paulo. Neste cenário, o Pacaembu se coloca como opção para a próxima temporada.

Publicidade

O estádio, que está em reformas desde junho de 2021 e deve voltar a receber jogos no início do próximo ano, é administrado pela concessionária Allegra Pacaembu, que planeja acabar com os alugueis para utilização do estádio e realizar parcerias junto aos clubes mandantes, dividindo os lucros (e custos) do dia da partida.

A reportagem apurou que há uma frase norteando os trabalhos da administradora desde que assumiu o controle do estádio, em janeiro de 2020: transformar o Pacaembu no melhor campo neutro do Brasil. Dentro deste conceito, e embora a concessionária não tenha nenhuma parceria firmada com clubes, há o desejo de receber não apenas o Flamengo, mas também clubes de outras regiões do Brasil, como Bahia, Fortaleza e Ceará.

Em nota oficial (leia no fim da matéria), a concessionária utiliza a mesma expressão do campo neutro e reforça essa ideia ao afirmar que há interesse em receber equipes de todo o Brasil após a conclusão das obras.

Pacaembu deseja ser o ‘melhor campo neutro do Brasil’ (Foto: Bruno Fernandes/Fotoarena/Divulgação Palmeiras)

Flamengo em São Paulo não é novidade

Desde que houve uma ‘invasão’ de torcedores do Flamengo em 2011, para a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2011 diante do Bahia, o clube olha com cuidado para seus torcedores da capital paulista.

Em 2014, por exemplo, foi ventilada a possibilidade de o clube passar a mandar, ao menos, um jogo por ano no Pacaembu, o que se concretizou em abril de 2016, quando o Rubro-Negro marcou um Fla-Flu do campeonato carioca para o estádio. A experiência foi tão positiva que o Flamengo disputou mais dois jogos do Brasileirão daquele ano no local: diante de Figueirense e Santa Cruz.

Além dos jogos, a inauguração de lojas oficiais do clube na região metropolitana de São Paulo também seguem essa tendência de focar no mercado paulista. Das mais de 170 unidades existentes, seis estão espalhadas por locais estratégicos como a Avenida Paulista (considerado o coração da cidade) e o Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Com o Pacaembu em obras e o Mané Garrincha indisponível, o Flamengo acabou optando pelo estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES) para mandar seu jogo contra o Athletico-PR, marcado para o dia 13 de setembro (quarta-feira) pelo Brasileirão.

Nota oficial

A concessionária Allegra Pacaembu informa que as obras de reforma, modernização e restauro seguem em andamento para que o Pacaembu se transforme no melhor campo neutro do país. Ressaltamos ainda que temos total interesse em receber equipes de futebol de todo o Brasil e que o Pacaembu continue sendo reconhecido como a casa do futebol em São Paulo. A reabertura do estádio está prevista para janeiro de 2024.

Retirado de: Lance

Publicidade