Assim como o Flamengo, Botafogo, Inter e Coritiba demitiram funcionarios devido a pandemia do coronavírus
Assim como o Flamengo, Botafogo, Inter e Coritiba demitiram funcionarios devido a pandemia do coronavírus

As consequencias do pausa nos campeonatos que estavam sendo disputados começam a aparecer nos clubes de futebol. Assim como o Flamengo precisou fazer cortes e demitiu 62 funcionarios, clubes como Inter, Botafogo e Coritiba também reduziu sua folha. Além dos colaboradores que trabalham nos clubes, cortes percentuais nos salarios dos atletas estão sendo negociados.

No Rubro-negro além dos 62 funcionarios que ficaram desempregados na ultima semana, também foi divulgado através de uma nota oficial que os atletas do futebol profissional do clube aceitaram reduzir seus salários em 25% para diminuir o impacto financeiro da pandemia do covid-19 nos funcionarios do clube que recebem menos.

O Botafogo, assim como seu rival, não conseguiu manter seus funcionarios e efetuou diversas demissões, chegando a mais de 40, e entre as pessoas que perderam seus empregos estavam o ex-jogador do alvinegro Sebastião Leonidas.

Em Porto Alegre o Internacional também precisou reduzir custos, e segundo o “Globoesporte.com” mandou embora mais de 40 pessoas que tralhavam no clube, entre elas o ex-zagueiro Indio que fazia parte do departamento de relacionamento social.

Em Curitiba também não foi diferente, o Coxa foi mais um que não foi capaz de resistir a queda de faturamento que a pandemia apresenta ao futebol. O coritiba assim como os outros precisou reduzir custos, entretando, o numero de demissões não veio a tona até o momento.