Além de Pedro, outro jogador do Flamengo ignorou ordem dada pelo preparador Pablo Fernández

569
Além de Pedro, outro jogador do Flamengo ignorou ordem dada pelo preparador Pablo Fernández
Além de Pedro, outro jogador do Flamengo ignorou ordem dada pelo preparador Pablo Fernández
Publicidade

Assim como Sampaoli, os membros da comissão técnica do argentino costumam ser enérgicos. Dessa forma, a atitude de Pedro em recusar o cenário de seguir aquecendo em Atlético-MG x Flamengo enfureceu Pablo Fernández. Porém, a situação poderia ter sido diferente, já que o preparador físico, anteriormente, lidou com um caso de indisciplina envolvendo Varela.

Segundo o jornalista Cahê Mota, o lateral-direito não quis aquecer no duelo contra o Aucas, pela Libertadores. Porém, alguns minutos depois, o camisa 2 se arrependeu da conduta e pediu desculpas. Sendo assim, Varela não foi multado, já que o atrito com Pablo Fernández foi resolvido no Maracanã.

Publicidade

— Surgiu uma notícia no mínimo curiosa. Não foi a primeira vez nesta gestão de Sampaoli que um jogador se recusou a aquecer. No jogo contra o Aucas, pela Libertadores, o Varela também foi chamado pelo Pablo Fernández e se recusou a aquecer. Depois, ele refletiu, foi para a área de aquecimento e pediu desculpas. Por isso, o caso foi ocultado e ele não foi sequer multado, contou Cahê no programa Seleção SporTV.

Como Pedro não se desculpou, Pablo Fernández aplicou um soco no atacante após a vitória do Flamengo no Independência. Diante disso, a agressão resultou em um boletim de ocorrência e, na sequência, veio o desligamento do preparador físico, que admitiu seu erro.

— Entrei no vestiário muito chateado, querendo resolver logo a situação e fiz errado. Foi planejado que hoje seria um dia de folga. É uma pena, porque eu gostaria de poder, primeiro, falar sobre isso pessoalmente com todos os funcionários do clube. Senti-me muito magoado com uma situação e reagi da pior forma. Estive pensando sobre o que aconteceu por horas e gostaria de poder voltar no tempo. Mas não se pode. O que existe é o presente e o futuro. Isso é pedir perdão e tentar novamente. Todas as vezes que for necessário. Lamento e gostaria de corrigir, apontou Pablo Fernández.

Retirado de: Torcedores

Publicidade